Responsabilidade Social

O Grupo QUARTZO, em perfeito alinhamento às demandas da sociedade moderna, é empresa consciente e atua de forma a preservar o meio ambiente, evitando todo tipo de desperdício em suas atividades e recomendando sempre aos seus clientes materiais e equipamentos que causem o menor impacto possível ao planeta.

Também lutamos por um País melhor para nossos filhos e netos e com esse pensamento não poderíamos deixar de apoiar algumas entidades que façam de fato diferença, contribuindo para um futuro melhor para aqueles que de alguma forma necessitam de uma maior assistência ou apoio.

Dentre várias instituições ou entidades organizadas, que atuam de forma séria e dedicada, a QUARTZO selecionou algumas e tem buscado contribuir para o excelente trabalho que essas entidades vêm realizando.

INSTITUIÇÕES SELECIONADAS

 

A CASA MARIA DE MAGDALA

A ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DOS ENFERMOS DA CASA MARIA DE MAGDALA foi fundada em 22 de julho de 1991, com a ideia de prover uma ação integrada de educação e assistência social a portadores do vírus da AIDS, em quadro terminal ou abandonados por suas famílias.

Tem o objetivo de oferecer assistência social, de saúde integral, educacional e religiosa a adultos e crianças que vivem com a AIDS e a suas famílias; disponibilizar oficinas com cursos de capacitação e geração de renda aos abrigados e assistidos externos; integrar o portador soropositivo à comunidade, preservando seus valores culturais e suas conquistas; respeitar o ser humano através do sigilo absoluto das informações prestadas; manter intercâmbio com instituições congêneres aprimorando suas atividades; disseminar o sentimento de amor ao próximo, de caridade e assistência fraternal aos estigmatizados pela má informação sobre a AIDS; e zelar pela manutenção do regime de voluntariado em suas atividades.

Está situada à Estrada Washington Luiz, 1956 / fundos, no bairro do Sapê, em Niterói – RJ. Possui o telefone (21) 2616-2233, é registrada no Conselho Nacional de Assistência Social e considerada de Utilidade Pública Federal, Estadual e Municipal. Apesar disso, não recebe qualquer tipo de subsídio ou verba pública, sobrevivendo exclusivamente da renda obtida com os artesanatos feitos pelos abrigados e, principalmente, das doações recebidas.

Pacientes adultos e crianças, abrigados ou não, por não contarem com o apoio familiar ou por dificuldades financeiras que os impossibilitam de se cuidarem por si mesmos, buscam a ajuda da Casa Maria de Magdala para a continuidade do tratamento, recebendo uma assistência mais ampla de sua equipe interdisciplinar, formada por voluntários de diversas profissões e especialidades.

A Casa possui uma farmácia própria e manipula medicamentos homeopáticos, alopáticos e florais, como forma de minimizar as despesas internas com medicamentos e de torná-los acessíveis aos assistidos externos e às comunidades carentes circunvizinhas. A equipe de Assistência Social presta atendimento a famílias, com distribuição de cestas básicas mensais, palestras interativas, oficinas terapêuticas e reunião semanal sobre comportamentos compulsivos. Nossos advogados voluntários representam a instituição no que diz respeito aos seus deveres e direitos junto à sociedade, e se encontram atentos às necessidades dos pacientes internos e externos, que muitas vezes se deparam com barreiras gigantescas no que tange aos seus direitos legais.

COMO AJUDAR

A Casa se mantém a partir de doações provenientes de pessoas físicas e, eventualmente, de algumas empresas; da venda de artigos doados para o bazar e para a livraria; e de alguns eventos beneficentes promovidos anualmente. A doação de gêneros alimentícios, itens de vestuário, medicamentos, material de higiene e limpeza, assim como as doações em conta corrente têm contribuído de forma significativa para que as atividades de rotina não sofram interrupções.

Os itens doados para o Bazar são colocados à disposição dos assistidos externos e moradores das comunidades carentes circunvizinhas, a preços absolutamente simbólicos, que veem, ali, a possibilidade de adquirirem artigos de boa qualidade e ainda em muito bom estado, que lhes pareciam inacessíveis, permitindo que se sintam incluídos socialmente, com a alegre atividade de “fazer compras”, como qualquer pessoa comum, além de se tornar uma pequena, porém importante, forma de reversão de recursos para a Instituição.

É importante ressaltar que todo o material recebido que eventualmente não tenha aplicação imediata na casa ou exceda as suas necessidades é encaminhada a outras instituições, a fim de evitar a sua depreciação por expiração do prazo de validade. Os seguintes materiais são importantes e podem ser doados: Medicamentos diversos, Mantimentos (açúcar, arroz, biscoitos, farinhas, fubá, geleia de mocotó, leite em pó, natural e de soja, macarrão, óleo, azeite, vinagre, café, sal, sucos, Sustagem e complementos alimentares) e Material para procedimentos internos (absorvente feminino com abas, absorvente geriátrico, água Sanitária, álcool 90º, algodão, amaciante de roupas, condicionador, copo descartável 50 e 200ml, creme dental, desodorante, detergente, esparadrapo, fraldas p/ adultos, guardanapo e lenço de papel, luva de limpeza, luva de procedimentos, papel toalha, papel higiênico, Perfex, sabonete comum e Protex, sabão em pó, saco de lixo reforçado 100 e 200L, saco para lixo infectante 60 e 100L, shampoo e soro fisiológico p/ uso externo).

Acesse o endereço a seguir e conheça mais:
http://www.casamariademagdala.org/

 

ABRIGO MONTE HOREBE

Em 1998, a então funcionária de um abrigo para idosos, Alice Oliveira Sabino, deparou-se com uma situação dolorosa: pacientes que ainda necessitavam de atendimento estavam sendo mandados de volta para casa, pois o abrigo havia atingido sua lotação máxima. Diante disso, Alice, em ato de extrema solidariedade, acolheu o excedente de pacientes em sua própria casa e assumiu seus cuidados mesmo sabendo que nenhum valor seria pago por eles.

A quantidade de pacientes aumentava, o espaço diminuía e os recursos também. Mas nada impediu essa sonhadora de seguir com seu projeto. Mudou-se para uma casa maior, começou a abrigar também moradores de rua. Mudou-se novamente para uma casa ainda maior, recebeu novos pacientes, alguns deles com condições de contribuírem mensalmente ainda que com valores simbólicos, conforme a realidade de cada um. Por fim, em 2008, mudou-se para o endereço atual, situado na Estrada dos Coqueiros, 627 – no bairro de Senador Camará, adquirido com a ajuda de outras pessoas de benevolência iluminada que aderiram à causa e viabilizaram um longo parcelamento.

Atualmente, o Abrigo Monte Horebe abriga quatorze pacientes com pouca ou nenhuma lucidez. Atende não só a idosos, mas necessitados de outras idades são igualmente bem-vindos, contanto que haja vagas. Devido à quantidade de pacientes, o abrigo conta com quatro colaboradores assalariados que auxiliam nas atividades rotineiras, como acompanhamento dos pacientes a clínicas, tratamentos, higiene pessoal, limpeza do ambiente e alimentação.

Mesmo com os valores simbólicos pagos por alguns pacientes, ainda sobram muitos gastos e despesas para o abrigo, que procura supri-las por meio de doações. Todavia, o atual contexto da pandemia do Covid-19 fez escassear as contribuições trazendo dificuldades para a casa poder cobrir as despesas com os pacientes, havendo risco de interrupção das atividades da instituição.

 

COMO AJUDAR

Dona Alice e a equipe do Abrigo Monte Horebe necessitam de ajuda para o bom funcionamento da instituição, em especial de alimentos, medicamentos, itens de higiene e algum mobiliário específico.

Alimentos – qualquer alimento ainda dentro da validade é muito bem vindo, porém a grande necessidade atual é daqueles considerados básicos e não perecíveis.

Medicamentos – toda doação de medicamento ainda dentro da validade também é muito bem vinda, lembrando que a doação de medicamentos controlados não é permitida pelo Ministério da Saúde.

Itens de Higiene – nesta categoria, absolutamente toda ajuda será muito bem recebida, desde fraldas geriátricas, penicos, gaze, algodão, papel higiênico, produtos de limpeza e o que mais for possível.

Mobiliário específico – a instituição tem necessidade de roupas de cama, travesseiros, colchões e camas de solteiro, estas empregadas também para expandir o número de vagas para pacientes.

Além das formas listadas acima, você também pode contribuir com ajuda financeira. Basta entrar em contato com a instituição por meio do telefone (21) 97030-1269 ou, como é preferido, fazendo uma visita para conhecer o belo trabalho por eles realizados, no endereço do abrigo, descrito a seguir:

Abrigo Monte Horebe
Contato: Alice Oliveira Sabino
Estrada dos Coqueiros, nº 627 – Senador Camará
CEP 21830-512 – Rio de Janeiro, RJ

pt_BR